• Editora Sucesso

Brincar constrói boas lembranças e conecta pais e filhos

O momento da brincadeira pode fortalecer os laços de convivência. Aprenda como participar dos melhores momentos dos filhos


Férias, feriados prolongados, recessos escolares: o período em que as crianças têm liberdade para sair da rotina do dia a dia. O momento é de aproveitar e construir atividades que podem conectar pais e filhos e proporcionar momentos de diversão e brincadeira. O direito ao brincar é uma garantia da Convenção dos Direitos da Criança (CDC) e foi referenciado pela ONU. O artigo 31 reconhece o direito de cada criança ao descanso, lazer, jogos e atividades recreativas e livres, além da plena participação da criança na vida cultural e artística.



O ato de brincar representa muito mais que entretenimento. “A brincadeira possibilita à criança imaginar, criar, expressar, descobrir, fazer de conta, seja interagindo com o outro, com os objetos de sua cultura, seja com elementos da natureza. Assim, o brincar contribui para que a criança expresse o que sente e pensa sobre o mundo de uma forma única, própria dela”, explica a pedagoga e especialista em educação das Escolas Sociais do Grupo Marista Marcia Nanaka.


A importância da família é fundamental para o incentivo à brincadeira. “O brincar torna-se mais significativo, quando o ambiente permite que a criança interaja com outras crianças e que tenham materiais que possibilitem que elas criem, experimentem, aprendam, descubram, sintam ou imaginem. O brincar está relacionado com o desenvolvimento e conhecimento de si e do que o cerca”, reforça Nanaka. Para aproveitar o período adultos e crianças podem criar atividades para o dia a dia.


Experimentes estas dicas e divirta-se:


Nos dias de sol

Promover brincadeiras ao ar livre, nos parques da cidade, ou no quintal de casa. A ideia é proporcionar o encontro da criança com o meio ambiente.


Nos dias de Chuva

As brincadeiras podem envolver a criatividade em casa como a produção de massinha com farinha de trigo, ou roupas para bonecas, assim como origamis e pipas.


Faça brinquedos caseiros

A ideia é reciclar e utilizar, fazer brinquedos que utilizem garrafa pet, palitos, papeis de rascunho, caixas de sapato e papelão.


Fortaleça a imaginação

Brincadeiras com livros, contação de histórias ou teatro de sombra fortalecem a imaginação e a criatividade das crianças.


Conectar com o passado

Períodos como essses são um bom motivo para conectar-se com as crianças e relembrar a infância. O resgate de brincadeiras antigas como cinco marias, amarelinha e brincadeiras de roda pode promover a diversão e o diálogo entre adultos e crianças.

15 visualizações
Publicidade