• Editora Sucesso

Como cuidar dos dentes de leite?

Antes de surgirem os dentes permanentes, é comum que os adultos tenham dúvidas sobre os cuidados com os dentes de leite





A troca de dentição das crianças geralmente ocorre entre os 06 e 12 anos de idade, época em que as famosas “janelinhas” tomam conta do sorriso dos pequenos. De acordo com o Dr. Fábio Bibancos, odontopediatra, os hábitos de higiene bucal devem fazer parte da rotina das crianças a partir do nascimento do primeiro dente de leite, seguindo algumas dicas abaixo:


1. É importante estimular a amamentação

Para bebês, a amamentação é importante na formação correta dos ossos e músculos da face que futuramente exercem a função de mastigação, além de determinar a interposição correta da língua. De acordo com a OMS e a UNICEF, o leite materno deve ser único e exclusivo alimento ingerido pelo bebê até o sexto mês. Para as mães com dificuldade em amamentar e que tenham que fazer o uso da mamadeira, recomenda-se nunca cortar ou alargar o bico da mamadeira, pois o esforço realizado para promover a sucção é importante para estimular os músculos da face.


2. Deve-se evitar o consumo de alimentos ricos em açúcar

A partir dos 6 meses de idade já é possível introduzir alimentos na dieta das crianças, porém a recomendação é sempre optar por comidas saudáveis, evitando pratos e bebidas ricos em açúcar como doces, biscoitos, sucos prontos e refrigerantes durante toda a infância. “O açúcar favorece a formação de cáries nos dentes entre outros riscos para a saúde das crianças”, pontua.


3. Creme dental com flúor é o mais recomendado

De acordo com a ABOPED (Associação Brasileira de Odontopediatria) recomenda-se o uso de creme dental com flúor deste o aparecimento do primeiro dente de leite. O especialista alerta que os adultos devem estar atentos ao rótulo dos cremes dentais infantis e escolher os que tenham concentração mínima de 1.000 ppm de flúor, concentrações inferiores a essa não são eficazes na prevenção de cárie. “Outro fator que merece atenção é a quantidade de creme dental na escova, para crianças menores de 3 anos, que ainda não sabem cuspir, a quantidade recomendada é a de um grão de arroz cru, já para as que conseguem cuspir, a quantidade é igual a um grão de ervilha”, explica.


4. Não esquecer do fio dental

O uso do fio dental é indispensável mesmo em crianças, pois a escova de dente não é capaz de alcançar as regiões entre os dentes e também as mais próximas a gengiva. Como as crianças ainda não possuem tanta habilidade motora, recomenda-se o uso de fios dentais com haste, uma vez que são mais fáceis de usar, e tão eficazes quanto o fio.


5. Massagear a gengiva do bebê ajudar a aliviar o desconforto do nascimento dos dentes

Em geral, a partir do sexto mês dos bebês os dentes de leite começam a aparecer, por isso eles podem sentir coceira, inchaço, vermelhidão e outros desconfortos na gengiva. “Para aliviar esses sintomas os adultos podem oferecer aos pequenos mordedores resfriados em geladeira, alimentos e bebidas frias, ou, ainda massagear suavemente a gengiva do bebê”, indica.

4 visualizações
Publicidade