• Editora Sucesso

Síndrome do Intestino Irritável pode se agravar com ansiedade? Veja mitos e verdades sobre a doença

Tensão provocada pela pandemia pode desencadear quadro em pessoas que sofrem com o problema


A Síndrome do Intestino Irritável é um distúrbio do funcionamento intestinal que não está ligado necessariamente a uma lesão, alteração estrutural ou inflamação, mas que causa muito desconforto e dor e interfere diretamente na qualidade de vida. O paciente que sofre com esse problema convive com desarranjos intestinais frequentes, prisão de ventre e diarréia, cólicas e sensação frequente de estufamento abdominal.


Daniel Machado Baptista, médico gastroclínico do Centro de Doença Inflamatória Intestinal do Hospital 9 de Julho, explica que a Síndrome do Intestino Irritável pode ser caracterizada por mudanças na frequência da evacuação por longo período associada a dor abdominal presente pelo menos uma vez por semana, por mais de três meses.


Por não ser acompanhada de mudanças estruturais significativas no intestino, a síndrome pode ser difícil de identificar. O diagnóstico é feito pelo histórico do paciente e por diferencial - ou seja, avaliando os sintomas e realizando exames para descartar outros problemas como infecções, inflamações ou intolerância a determinados alimentos.



A Síndrome ainda é cercada por muito desconhecimento. Para esclarecer as principais dúvidas, listamos abaixo mitos e verdades relacionados à doença.


A Síndrome do Intestino Irritável não tem cura

Verdade. Essa é uma doença crônica que não tem cura, mas ela se manifesta em ciclos e a pessoa pode passar longos períodos da vida sem sentir incômodo. E, quando os sintomas surgem, é possível proporcionar alívio. O tratamento indicado pelos especialistas varia a cada caso, mas pode ser feito com medicamentos que diminuem a sensibilidade intestinal e reequilibrando a microbiota, afirma Daniel. Mudanças na alimentação, atividade física e gerenciamento de estresse e ansiedade também colaboram para a melhora.


A Síndrome do Intestino Irritável é uma doença psicológica

Mito. Daniel conta que ela pode ser provocada por um distúrbio na interação entre o cérebro e o intestino, uma sensibilidade exacerbada aos estímulos intestinais ou uma alteração na microbiota (grupo de microorganismos) da região. Fatores emocionais como estresse, depressão e ansiedade têm influência no quadro, mas não são os responsáveis.


A síndrome pode ser agravada pelo estresse

Verdade. O especialista explica que o estresse não é causador, mas a manifestação desse distúrbio está diretamente ligada à saúde mental e os sintomas podem ser desencadeados por essa e outras questões emocionais, como ansiedade ou depressão. "Nesse período de pandemia e isolamento, de grande impacto na saúde mental, houve um aumento das queixas de sintomas relacionados à Síndrome", diz o gastroenterologista.


O controle da SII depende apenas de uma boa alimentação

Mito. "A doença é causada por alterações no organismo e não pode ser atribuída apenas a hábitos alimentares". Uma rotina saudável de alimentação e a prática de exercícios contribui para diminuir os sintomas e melhorar a qualidade de vida, mas não bastam para controlar a doença.


A SII causa emagrecimento

Mito. Apesar do desconforto e de episódios de diarreia, a síndrome não está diretamente ligada a perda de peso. Daniel Machado alerta que, se o paciente apresentar emagrecimento repentino, deve informar ao especialista para investigar as possíveis causas.


A Síndrome pode evoluir para problemas mais sérios, como câncer

Mito. "Apesar de causar desconforto, a doença não traz prejuízos para a saúde a longo prazo."

2 visualizações
Publicidade