• Editora Sucesso

Uma alimentação saudável, prazerosa e nutritiva para as crianças crescerem com saúde

Na hora de montar o cardápio da criançada sempre surgem dúvidas, não é mesmo? O que você quer é garantir refeições nutritivas e prazerosas? Veja as dicas da nutricionista

Inserir alimentos saudáveis no cardápio desde a infância contribui para um crescimento e desenvolvimento com bem-estar e saúde. "A alimentação do período infantil é muito importante, já que serve como base para a forma que a pessoa se relacionará com a comida que ingere durante toda a vida", conta a Thaise Costa., nutricionista da Tia Sônia, marca referência em alimentação saudável e natural. "O desafio é que nem sempre o que é saudável pode ser apetitoso, sendo que guloseimas, doces, refrigerantes, fast foods e todos alimentos com componentes químicos podem atrair a criança bem mais do que alimentos orgânicos e naturais", explica a nutricionista. De acordo com dados divulgados em 2018 pela Organização das Nações Unidas pela Alimentação e Agricultura (FAO), 7,3% da população de 0 a 5 anos de idade está acima do peso no Brasil.



Pensando nisso, Thaise ofereceu 5 dicas essenciais que ajudam a transformar o hábito alimentar das crianças de forma agradável e saudável. Confira:

1 - Os pais devem servir como exemplo

Para estimular a criança a ingerir alimentos nutritivos, o papel dos pais é ser exemplo, já que a criança aprende bastante observando os adultos. "Coma tudo o que é saudável na frente da criança, sempre mostrando o quanto é gostoso o alimento. Essa prática despertará a curiosidade em provar o alimento que o adulto sente prazer em ingerir".

2 - Alimentos orgânicos e integrais são ótimas opções

No mercado, é possível encontrar diversas opções de snacks integrais e orgânicos que não levam adição de açúcares, conservantes e corantes artificiais. Essas são ótimas opções para lanchinhos durante o dia. "Ao invés de oferecer salgadinhos industrializados ou biscoitos recheados que possuem grande quantidade de gorduras, disponibilize um snack natural e orgânico. O sabor é delicioso e proporciona nutrientes e vitaminas adequados para a criança. Além de saborosos, é possível encontrar opções com diversos tipos e sabores, como: caramelizado, com frutas, temperado com cúrcuma, entre outros".

3- Alimentação colorida e divertida é mais gostosa

Um prato colorido tem o poder de deixar a alimentação mais gostosa e nutritiva. "Frutas, vegetais, carboidratos não refinados e proteínas devem estar presentes na alimentação da criança. Para facilitar, utilize pratos e talheres divertidos e monte a refeição de forma criativa".

4 - Ajuda no preparo da refeição

Fazer com que a criança coloque a mão na massa no preparo do alimento pode despertar a vontade de provar aquilo que ela ajudou a preparar. "Não são necessárias receitas muito elaboradas. Passar pasta de castanha de caju no pão integral ou inserir uma quantidade de granola no iogurte são exemplos de receitas fáceis e saudáveis que merecem o preparo através das mãozinhas dos pequenos".

5 - Paciência é fundamental

O processo de inserção de um hábito alimentar saudável durante a infância pode ser lento e cheio de desafios, por esse motivo a paciência é fundamental. "Se a criança não quiser o alimento, ofereça mais de uma vez, de maneira calma e paciente. Vale também variar o modo de preparação do alimento, para que ela consiga provar de várias formas o mesmo mantimento", conta a nutricionista. "Durante o momento da refeição, um ambiente calmo, sem interferência de barulho, ajudará no processo de aceitação da criança em ingerir alimentos saudáveis".

7 visualizações
Publicidade