• Editora Sucesso

Verão sem transtornos: saiba como evitar as doenças ginecológicas mais comuns na estação

Ginecologista traz dicas para fugir de complicações durante o período


Praias e piscinas são ótimas alternativas para se refrescar durante os dias mais quentes. No entanto, o calor, típico do verão, combinado à falta de ventilação e umidade das roupas de banho, são condições propícias à proliferação de bactérias, fungos e protozoários, em especial, nas áreas íntimas. Sendo assim, os cuidados nessa região devem ser redobrados durante a temporada.





"O aumento do número de doenças ginecológicas é muito comum durante essa estação. A combinação do sol, com a água do mar ou com o cloro favorece o surgimento de alguns males, como candidíase, vaginose, triconomíase e infecção urinária", comenta Dr. Renato de Oliveira, ginecologista e obstetra.


Para prevenir essas complicações ao longo do período o médico sugere, abaixo, algumas dicas essenciais. Confira:


• Evite ficar com roupas de banho molhadas por muito tempo. Por deixarem a região genital abafada e úmida, favorecem alterações das condições físicas da cavidade, abrindo o caminho para o desenvolvimento de doenças ginecológicas.


• Dê preferência a roupas leves e que permitam a ventilação da área. Saias e vestidos são ótimas alternativas, bem como as calcinhas de algodão.

• Utilize sabonete neutro ou íntimo após relações sexuais ou ao urinar e mantenha os pelos sempre aparados para facilitar a higienização da área.

• Durante o período menstrual troque ao menos duas vezes o absorvente.


• Para a higienização das peças íntimas ou de banho, utilize água e sabão e seque-as ao sol e não em ambientes fechados e úmidos, como banheiros.


• Não use sabonete comum na região pélvica, pois tendem a alterar o pH da pele. Após a lavagem, seque sutilmente com uma toalha de algodão.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Publicidade